segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Já conseguiu observar a Superlua?


 Pixabay.com/Reprodução
Em 14 de novembro de 2016, entre 17h34 e 4h46, os recifenses poderão testemunhar a maior “superlua” desde 1948. E quem perder essa chance, só poderá ter a oportunidade de ver novamente uma lua com o mesmo tamanho e brilho no ano de 2034.
Nesta data, a lua estará em seu perigeu, ou seja, o momento em que fica mais próxima à Terra. Por conta do movimento oval de sua órbita, nesses momentos, ela se aproxima 48 mil quilômetros da Terra. Por isso, o satélite natural do nosso planeta ficará 14% maior e 30% mais brilhante visto daqui. O momento é definido como um dos eventos astronômicos mais esperados deste século.
Em 2016, já houve “superlua” no dia 16 de outubro e haverá novamente em 14 de dezembro, mas não com a mesma intensidade da do próximo 14 de novembro, que só será repetida daqui a 18 anos. A maior “superlua” do século está distante, mas já tem data marcada: 6 de dezembro de 2052. O fenômeno é impactante, mas não chega a ser tão raro. As superluas ocorrem durante a lua cheia ao longo de três meses consecutivos, após intervalos de 15 meses, o que significa que o ano de 2017 não terá oportunidades de observação do espetáculo natural.

Quem quiser observar o fenômeno e receber informações de especialistas pode comparecer ao evento organizado pela Sociedade Astronômica do Recife. A partir das 18h, da segunda-feira (14), eles estarão na Estação Eco turística do Cais do Imperador para instruir as pessoas que quiserem acompanhar a superlua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário