sexta-feira, 28 de julho de 2017

Eu não tenho que explicar nada!


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) negou, nesta sexta-feira (28), que tenha que dar explicações sobre os R$ 9 milhões de uma conta no BrasilPrev, plano de aposentadoria do Banco do Brasil, montante bloqueado pelo juiz Sergio Moro, que também o condenou a nove anos e seis meses por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato. O petista afirmou também que Moro é que teria de “explicar porque bloqueou um dinheiro que está numa previdência privada”.
“Eu não tenho que explicar nada”, declarou. “Tenho 76 palestras feitas no exterior. O dinheiro entrou pelo Banco Central, está depositado no Banco do Brasil. Não tem conta na Suíça, a certeza da minha honestidade é que eu não depositei na Suíça”, disse à rádio Som Maior, de Criciúma, em Santa Catarina, transmitido em vídeo pelo Facebook.
Lula fala com a rádio Som Maior, de Criciúma, Santa Catarina #lulanoradio
Publicado por Lula em Sexta, 28 de julho de 2017
Insinuando novamente que a sentença não foi baseada nos autos do processo, mas na pressão da imprensa, Lula sugeriu, novamente, que a condenação teria a intenção de tirá-lo do pleito em 2018. “Se eles querem tentar evitar que eu seja candidato em 2018, essa não é a melhor forma. A melhor forma é tentar encontrar um candidato bom de outros partidos para não deixar eu ganhar as eleições”, ironizou.
Caravana
Lula afirmou que vai começar uma caravana, em três semanas, pelo Nordeste do País começando no dia 17 de agosto pela Bahia e finalizando no Maranhão. O petista passará por Pernambuco nos dias 24 e 25 de agosto, como antecipou o Blog do Diario. “Nós vamos fazer campanha, sendo candidato ou não. Nós vamos andar pelo Brasil”, disse Lula, acrescentando que o giro de ônibus seria para ver “como eles estão estragando o País”.


Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário